sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Lyon bate o Monaco e reencontra o sabor da vitória

Filipe Frossard Papini
@BrasiLyonnais / @FilipeDidi


Depois de três derrotas consecutivas na Ligue1, os Gones aproveitaram a semana de folga para se reorganizar, esperar jogadores voltarem de lesões e se preparam bem para derrotar um dos favoritos ao título




Depois de uma semana paralisada devido as datas FIFA, o Campeonato Francês retomou suas atividades nesta sexta-feira. Uma única partida, somente, abriu a 5ª rodada da competição nesta tarde. O Lyon, vivendo uma fase nebulosa, recebeu o Monaco no Stade de Gerland para tentar recuperar os pontos perdidos e o ânimo do elenco, que caiu muito depois da sequência de três derrotas consecutivas e eliminação precoce na pré-Liga Europa. Por outro lado, o Monaco, até mesmo pelo aporte financeiro que possui, também não vive seus melhores dias e, por isso, tinha a partida de hoje como o pontapé para, talvez, alterar esse panorama.

Para tentar acabar com a péssima fase, Hubert Fournier tinha novidades interessantes no time – que retornavam de lesões: Samuel Umtiti, Nabil Fekir, Yoann Gourcuff e Mohamed Yattara. Os dois últimos, ainda não em 100% das condições físicas, iniciavam a partida no banco de reservas. Umtiti já entrou compondo a zaga ao lado do jovem Lindsay Rose, contratação recente do clube. Fekir, acostumado a jogar como meia de armação, hoje, começou jogando fazendo dupla de ataque com Lacazette. Provavelmente ajudando Malbranque na construção das jogadas ofensivas na hora do último passe. Na imagem abaixo, você pode conferir como o OL entrou para o jogo de hoje:




O Monaco não tinha desfalques de peso para o jogo de hoje. A única ausência era o zagueiro Aymen Abdennour. Sem ele, Leonardo Jardim precisou improvisar Raggi na zaga, ao lado de Ricardo Carvalho. Mas essa não era a primeira vez que o lateral direito jogava no miolo de defesa. O time, ao contrário da temporada passada, já não poderia mais ser considerado uma grande potência. As saídas de Falcao García e James Rodriguez não foram repostas a altura e o plantel precisa demostrar dentro de campo que podem ser capaz de fazer frente ao ainda poderoso PSG, mesmo tendo somente uma vitória na competição até o jogo de hoje. Abaixo, confira a formação inicial do ASM:




No início do jogo, o Lyon começou melhor. O ritmo da torcida era intenso, ao som da versão de “Decime que se siente” em francês, os torcedores empurravam o time de forma massiva. As melhores jogadas eram construídas pelo lado direito, principalmente nas articulações de Mvuemba e Malbranque. O Monaco tentava pressionar a saída de bola do OL e conseguia. Umtiti, Rose e Tolisso tinham muitas dificuldades para saírem jogando e acabavam forçando o chutão.

Apesar do início melhor do OL, a primeira chance de perigo foi criada pela equipe visitante. Em jogada pelo lado direito,Ferreira-Carrasco passou como quis por Umtiti e entrou na área. A ideia era fazer a assistência para Berbatov, que já chegava em plenas condições de abrir o placar. No entanto, na hora do passe, Jallet apareceu com muita velocidade de perspicácia e cortou a assistência no momento exato, de forma providencial. A chegada monegasca deu um ânimo para o time do bilionário Rybolovlev, que agora equilibravam mais a peleja.

Na primeira oportunidade que o Lyon teve no jogo, conseguiu abrir o placar. Aos 31’, Lacazette recebeu bola no canto direito do ataque do Lyon, passou para Fekir que tabelou com Malbranque, o jovem meia do Lyon recebeu de volta, de frente com Subasic e tocou na saída do goleiro do Monaco. Mesmo em condições duvidosas, o gol foi validado pela arbitragem. Explosão eufórica no Stade Gerland! 1 a 0.

A superioridade do Lyon não durou muito tempo. O Monaco, após ficar atrás no marcador, saiu-se um pouco mais para o jogo e aparecia com mais frequência. Além disso, o time visitante continuava apertando a saída de bola do OL, e foi dessa maneira que conseguiram chegar ao empate. Umtiti tentou sair jogando e a bola foi recuperada por Kondogbia. O volante levou até o fundo e esperou a aproximação de seus companheiros. No momento exato em que Ocampos chegava, Kondogbia fez a assistência o argentino bateu certeiro, no canto esquerdo de Lopes. 1 a 1.

O Monaco quase conseguiu virar no lance seguinte. Em jogada de contra-ataque Yannick Ferreira-Carrasco recebeu em profundidade e só foi parar com a bola nas redes. Mas um impedimento – incorreto, diga-se – foi marcado pelo assistente. O jogador belga ainda quase recebeu um cartão amarelo por dar prosseguimento ao lance. Mas o árbitro Benoît Bastien ficou só na conversa. No finalzinho do primeiro tempo, Berbatov ainda teve uma ótima oportunidade depois de bate-rebate na área e “espirrada no taco” de Rose. Anthony Lopes fez uma defesaça no reflexo!

Na segunda etapa, os times voltaram com o ímpeto de vitória. O Lyon, até mesmo pelo fator casa, tomava as rédeas do campo. Contudo, o Monaco era mais efetivo. As poucas oportunidades que tinham, apareciam com mais vigor e as chances eram mais límpidas. O OL teve três ou quatro oportunidades nos primeiros vinte minutos da etapa final e não conseguiu concluir em gol.

Com 21’ do segundo tempo, Fournier fez sua primeira alteração. Colocou o jovem Clinton N’Jie no lugar de Mvuemba. Deixava o time mais ofensivo, agora no 4-3-3. Na primeira oportunidade, o atacante camaronês fez jogada pela esquerda com muita velocidade e deixou a zaga comendo poeira. Na hora de fazer o cruzamento, Lacazette chegou centímetros atrasado. Era só encostar para fazer o segundo gol.

O momento era do Lyon e o gol parecia questão de tempo. O lado direito da defesa do Monaco, por onde ficavam Dirar e Raggi estava completamente defasado e ali era o buraco que o Lyon tinha que explorar. Samuel Umtiti, quando resolveu avançar pela primeira vez, percebeu esse espaço e por ali avançou. Chegou até a linha de fundo e viu Tolisso sozinho na área. O lateral do OL só colocou no canto e colocou o time de novo na frente! 2 a 1!

Após o gol, Hubert Fournier mexeu. Colocou Yoann Gourcuff no lugar de Nabil Fekir. Leonardo Jardim também não ficou parado e fez duas alterações: Valère Germain e Anthony Martial entraram nos lugares de Jérémy Toulalan e Lucas Ocampos. O Monaco ficava ainda mais ofensivo e agora iria para o tudo ou nada em busca, novamente, do empate no Stade de Gerland.

Faltando um pouco menos de 10’ para o fim de jogo, Steed Malbranque sentiu câimbras e precisou deixar o gramado. Fournier se viu obrigado a fazer mais uma alteração. Colocou Bakary Koné no lugar do meia belga. Agora, o Lyon recuava-se um pouco mais, até mesmo para segurar o resultado nos minutos restantes. Percebendo que o OL iria recuar, Jardim reoxigenou seu ataque, colocando Kamara no lugar de Ferreira-Carrasco.

O gol de empate do Monaco quase apareceu aos 39’. O Monaco cobrou falta na área, em bola cruzada. Germain conseguiu dar um leve toque na bola, forçando Anthony Lopes a fazer uma defesa espetacular, que arrancou suspiros de todo o estádio. A bola ainda tocou no travessão antes de sair pela linha de fundo. Uma defesa providencial e completamente espetacular. Lopes, definitivamente, fez uma partida enorme nesta sexta-feira.

No finalzinho do jogo, o Monaco partiu para aquele “tradicional” abafa. Tentando pressionar o OL de todos os modos possíveis e explorando as jogadas aéreas, em busca de Berbatov e Kamara. Do outro lado, o Lyon, com quase todo mundo dentro da área, fazia de tudo para segurar o importantíssimo resultado. No último lance do jogo, até o goleiro Subasic foi pra área para tentar igualar o marcador e não conseguiu! Ficou assim. Vitória importante para o Lyon manter o foco na temporada. E agora a luz amarela se ascende do lado monegasco, lembrando que no meio da próxima semana eles possuem jogo da Champions League, contra o Bayer Leverkusen.

O OL, por sua vez, agora espera o PSG. O jogo será pela 6ª rodada da Ligue1 no próximo dia 21, domingo, às 16h. Uma vitória seria sensacional para recolocar o OL nos trilhos! Ficaremos esperando. Até lá!

FOTOS: olweb.fr


GOLS DA PARTIDA:



Quer notícias diárias sobre o Lyon? Clique no banner abaixo e siga-nos no Twitter

Um comentário:

  1. If you need Virtual Assistant Services, then you
    can read this helpful article: https://prosoftwarecompany.com/services/

    ResponderExcluir