sábado, 6 de agosto de 2022

Com um 1º tempo intenso, Lyon estreia com o pé direito e vence na Ligue 1

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais



O brasileiro Tetê foi o autor do primeiro gol do cameponato em uma primeira metade onde houveram três gols e duas expulsões




TEXTO ADAPTADO DEGazeta Esportiva
O Lyon estreou com vitória no Campeonato Francês ao derrotar o Ajaccio por 2 a 1, nesta sexta-feira. A partida, que contou com gols de pênalti e dois jogadores expulsos, foi disputada no Groupama Stadium, em Lyon, e marcou a primeira rodada desta temporada da Ligue 1.

O início do Lyon foi muito superior que o de seu adversário. Utilizando principalmente a ponta direita, a equipe precisou de 12 minutos para abrir o placar. Após um belo passe do brasileiro Lucas Paquetá, Tetê bateu colocado e fez o primeiro para os donos da casa.


Dez minutos depois, Lacazette foi derrubado na grande área e o pênalti foi assinalado. Ele mesmo cobrou e ampliou a vantagem do Lyon. Porém, não demorou para o Ajaccio diminuir, já que, aos 27, o goleiro Anthony Lopes saiu errado do gol e acabou atingindo o atacante El Idrissy. O árbitro expulsou Lopes e marcou a penalidade. Thomas Mangani converteu a cobrança e colocou 2 a 1 no placar.

Já no final do primeiro tempo, aos 49 minutos, Paquetá recebeu uma cotovelada do meia Hamouma, que já tinha um cartão e foi punido com o segundo vermelho no duelo.


Já na segunda etapa, o Lyon começou mais recuado, porém logo voltou a dominar a posse de bola e pressionar seu adversário. Apesar disso, a primeira chance clara de gol foi do Ajaccio. Marchetti chutou desajeitado e quase encobriu o goleiro, que conseguiu desviar para escanteio com a ponta dos dedos. Os donos da casa voltaram a ter a bola, mas não conseguiram criar oportunidades tão claras para marcar e, mais próximo do final, apenas administraram o resultado.

A próxima partida do Lyon será contra o Lorient, no próximo domingo, dia 14, às 8h da manhã (de Brasília), fora de casa. No mesmo dia, o Ajaccio enfrentará o Lens, em casa, às 10 horas.


TEXTO ADAPTADO DEGazeta Esportiva
FOTOS: ol.fr

Lyon (4-3-3): Lopes | Gusto, Thiago Mendes, Lukeba e Tagliafico | Lepenant, Aouar (Riou, 30') e Lucas Paquetá (Tolisso, 75') | Tetê (Cherki, 89'), Toko Ekambi (Barcola, 75') e Lacazette

Nantes (4-4-2): Leroy | Alphonse, Gonzalez, Avinel e Diallo | Marchetti (Coutadeur, 89'), Mangani (Laçi, 89'), Bayala (Spadanuda, 71') e Nouri (Cimigani, 71') | Hamouma e El Idrissy (Moussiti-Oko, 71')

Gols: Tetê (12'), Lacazette (22') | Mangani (31')


MELHORES MOMENTOS:
(se o vídeo acima não rodar. CLIQUE AQUI)

Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

quinta-feira, 4 de agosto de 2022

Lyon x Ajaccio | Ligue 1 22/23 :: Rodada 1

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais





A Ligue 1 estreia nessa sexta-feira (5) e para acalantar o fã do Lyon, é o próprio clube quem abre os trabalhos no Groupama Stadium. Esse primeiro compromisso será diante do Ajaccio, time córsego recém promovido da Ligue 2. Claro, com novidades de lado a lado, as duas equipes prometem mostrar - agora de vez - aquele trabalho que foi realizado ao longo da pré-temporada. E como já se sabe, no Francês qualquer ponto vale ouro, pela concorrência insana pela liderança, então os times já entram em campo com a determinação de não perder pontos bobos.

O Lyon chega para esse primeiro jogo com um time desenhado bem similar ao que enfrentou a Inter de Milão no amistoso do fim de semana. De novidades para a torcida, tem o terceiro goleiro Riou, o lateral esquerdo Tagliafico, os volante Lepenant e Tolisso, o meia El Arouch (promovido da base), além do novo capitão do time, Lacazette. Todos eles chegaram nesse mercado que ainda não se encerrou e aos poucos vão se ambientando. Outra novidade é a transformação do volante Thiago Mendes em zagueiro definitivo. E, assim, assumindo a titularidade do time. De desfalques, o suspenso lateral Henrique, além dos machucados Caqueret, Reine-Adélaïde e Faivre. Dembélé foi poupado por risco de lesão.

Ausente da Ligue 1 há algum tempo, o time do Ajaccio tem algumas figurinhas carimbadas, como o goleiro Leroy, o volante Contadeur e os atacantes Nouri e Courtet. Além disso, chegaram nomes muito conhecidos do público que acompanha o francês, como o bom volante Mangani - que jogou por anos no Angers - além de Romain Hamouma, que foi uma das principais peças do rival do Lyon, Saint-Étienne, durante as últimas temporadas. O técnico Pantaloni chega sem desfalques e, por isso, precisou deixar gente de fora da viagem, como o experiente lateral Alhadur, o ex-Marseille Chabrolle e a recém contratação Mayembo.

O confronto entre Lyon e Ajaccio acontece nesta sexta-feira (05/08), às 16h do horário de Brasília. No Brasil, o Grupo Disney é o detentor dos direitos do Campeonato Francês, e essa partida será transmitida pela ESPN 4 e pelo streaming do Star+. Abaixo, confira os relacionados e as prováveis escalações dos dois times.



LYON

GOLEIROS: Julian POLLERSBECK, Anthony LOPES e Rémy RIOU;
LATERAIS: Malo GUSTO e Nicolás TAGLIAFICO;
ZAGUEIROS: Castello LUKEBA, Damien DA SILVA, Jérôme BOATENG, Sinaly DIOMANDÉ e THIAGO MENDES;
VOLANTES: Corentin TOLISSO e Johann LEPENANT;
MEIAS: Houssem AOUAR, TETÊ, Lucas PAQUETÁ e Mohamed EL AROUCH;
ATACANTES: Bradley BARCOLA, Karl TOKO EKAMBI, Tino KADEWERE, Rayan CHERKI e Alexandre LACAZETTE;
TÉCNICO: Peter BOSZ;
DESFALQUESHENRIQUE, Maxence CAQUERET, Jeff REINE-ADÉLAÏDE, Romain FAIVRE e  Moussa DEMBÉLÉ

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Lopes | Gusto, Thiago Mendes, Lukeba e Tagliafico | Lepenant, Aouar e Paquetá | Tetê, Toko Ekambi e Lacazette



AJACCIO

GOLEIROS: François-Joseph SOLLACARO e Benjamin LEROY;
LATERAIS: Ismaël DIALLO, Mickaël ALPHONSE e Mohamed YOUSSOUF;
ZAGUEIROS: Cédric AVINEL, Oumar GONZALEZ e Clément VIDAL;
VOLANTES: Vincent MARCHETTI, Qazim LAÇI, Mathieu CONTADEUR e Thomas MANGANI;
MEIAS: Cyrille BAYALA, Kevin SPADANUDA e Yanis CIMIGNANI;
ATACANTES: Riad NOURI, Romain HAMOUMA, Mounaïm EL IDRISSY, Bevic MOUSSITI-OKO e Gaëtan COURTET;
TÉCNICO: Olivier PANTALONI;
DESFALQUESNenhum

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Leroy | Alphonse, Gonzalez, Vidal e Diallo | Marchetti, Mangani, Spadanuda e Cimignani | Hamouma e Moussiti-Oko


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

domingo, 31 de julho de 2022

Conheça os três uniformes do Lyon para a temporada 2022/23

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


O clube já lançou três camisas na temporada e pode ser que lance até uma quarta

(Clique na imagem para ampliar)


O Lyon sempre divulga seus novos uniformes já no fim da temporada anterior, chega a utilizá-lo, inclusive, nas rodadas finais da temporada, mas desta vez, o clube não fez muito alarde na divulgação, embora tenha utilizado também nos jogos do fim da temporada 2021/22. Sequer teve um vídeo de divulgação das peças. Não sabemos se foi uma pura decisão de marketing, se foi por causa da venda do clube para John Textor ou se foi pela fase ruim pela qual o time encerrou o ano.

O fato é que o OL já tem seus novos uniformes para a temporada. Os já chamados kits "home" e "away" agora são acompanhados do kit "Lyonnais". Por algum motivo, o clube decidiu não chamar de "third", o que abre brecha para um possível lançamento de mais um uniforme. Geralmente quando isso acontece, é próximo do fim do primeiro turno. Portanto, saberemos em breve.

Vamos conhecer os materiais?

CAMISA HOME

Se antes a camisa branca tinha as duas faixas vermelha e azul trajando o lado direito esquerdo do peito, quase como um pano de fundo do símbolo, agora essas listras retornam para o meio. Não é a primeira vez que o clube utilizará o seu manto nessa linhagem de design. O símbolo da Adidas entra em vermelho desta vez, com as tradicionais três listras em duas externas vermelha e a central em azul. Lacazette, Cherki e Caqueret, três crias da base foram os modelos escolhidos para a foto de apresentação. Confira!


Lacazette, grande cotratação da temporada, apresenta o novo uniforme (Clique na imagem para ampliar)

Os jovens Caqueret e Cherki posam para a foto com o novo uniforme (Clique na imagem para ampliar)


Frente e costas do novo uniforme "home" (Clique na imagem para ampliar)


Camisas 2000/01, 2004/05 e 2016/17 seguiam lógica de design similares (Clique na imagem para ampliar)

CAMISA AWAY

Já a camisa "away", aquela que normalmente será usadas em jogos fora de casa, mantém um design extremamente parecido com o mesmo modelo de camisa da temporada passada. Ela é um vermelho morango em contraste com manchas pretas bem escuras. Essa é a única diferença para a camisa que comparamos, do ano anterior, que as manchas eram brancas. A Adidas mantém sua logo em branco e as três listras também.

Dembélé, Faivre e Caqueret foram os modelos utilizados pelo clube e pela marca para estamparem o anúncio.

Moussa Dembélé, Romain Faivre e Maxence Caqueret com a camisa away 2022/23 (Clique na imagem para ampliar)


Frente e costas do novo uniforme "away" (Clique na imagem para ampliar)


Comparativo das camisas "away" 2022/23 (esq.) e a camisa "away" 2021/22 (dir.) (Clique na imagem para ampliar)


CAMISA LYONNAIS

Geralmente, quando um time lança uma camisa "third" ela é usada em competições internacionais, como Liga dos Campões, Liga Europa ou Liga da Conferência. O Lyon não disputará nenhuma dessas na competição. Portanto, não sabemos se essa camisa será de fato a terceira opção ou se foi uma camisa bônus - com outra podendo ser lançada ainda este ano. O fato é que ela é uma camisa azul escuro, com detalhes de centenas de pequenas bolinhas vermelhas que forma uma espécie de pattern nessa mesclagem de cores.

O clube não usou jogadores profissionais na divulgação do material, apenas modelos contratados pela Adidas. Ponto importante: o clube também anunciou uma jaqueta nessa linha.

O azul predominante em comparação as bolinhas vermelhas (Clique na imagem para ampliar)
 
Em detalhe: os pontos em vermelho na camisa "Lyonnais" (Clique na imagem para ampliar)


Frente e costas do novo uniforme "Lyonnais" (Clique na imagem para ampliar)

Uma jaqueta também foi anunciada, sem as bolinhas vermelhas, neste caso (Clique na imagem para ampliar)



ONDE COMPRAR

Infelizmente a Adidas Brasil não disponibiliza a comercialização das camisas oficiais do Lyon para venda no país já faz bastante tempo, cerca de seis anos. Já tentamos entrar em contato com a fornecedora diversas vezes para buscar alguma informação sobre o motivo - sob pretexto do OL ter uma identidade fervorosamente ligada ao Brasil, e nunca obtivemos respostas.


Portanto, a dica é procurar aquele fornecedor de camisas importadas, pelo mercado paralelo, e torcer para que chegue em perfeitas condições. Mas se você quiser se aventurar na conversão do euro + taxação tributária, você pode comprar diretamente do site do clube através DESTE LINK. Dica: pense duas vezes antes de fazer isso. Uma simples camisa pode te custar quase mil reais, dependendo do imposto aplicado.


JÁ EM USO

O clube já pôs para jogo os três modelos anunciados. Na atual pré-temporada, por exemplo, o trio de modelos já foi visto em campo. Abaixo, imagens dos jogos contra o Anderlecht-BEL, Dinamo de Kiev-UCR e Feyenoord-HOL em jogos amistosos realizados em julho.

Camisa "home" em jogo (Clique na imagem para ampliar)

Camisa "away" em jogo (Clique na imagem para ampliar)

Camisa "Lyonnais" em jogo (Clique na imagem para ampliar)


FOTOS:  ol.fr/Divulgação


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sábado, 21 de maio de 2022

Em partida protocolar, Lyon vence o Clermont - com Dembélé marcando de novo - e se despede da temporada

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais



Vitória por 2-1 diante do Clermont não foi emocionante, mas pelo menos encerra o ano com uma lufada de otimismo




Clermont e Lyon entraram em campo e se despediram da temporada 2021/22 na tarde deste sábado, já noite lá na França. Todos os jogos aconteceram no mesmo horário, mas tanto o CF63 quanto o OL já não tinham mais nada em vista. O time da casa se livrou de qualquer chance de rebaixamento recentemente, e o Lyon até teve chances de pegar vaga em competições internacionais, mas esbarrou nos seus próprios erros e já não briga por nada nessa rodada derradeira. Valia a velha máxima de “dar tudo de si e honrar a camisa”.

Para esse confronto, o Clermont, que se despedia da temporada jogando em casa, no modesto estádio Gabriel-Montpied, tinha alguns desfalques importantes, como o zagueiro Hountondji, o meia Berthomier e o suspenso volante Abdul Samed. Fechavam a lista os nem tão utilizados Phojo, Diaby e o centroavante Kyei. A boa notícia para o técnico Pascal Gastien era a volta do goleiro Desmas e do atacante de beirada Rashani, mas ele preferiu começar com os dois no banco. Veja como ficou a escalação:


O Lyon foi para esse jogo com praticamente as mesmas situações que tinha diante do Nantes, na semana passada, quando venceu por 3-2. A única diferença dessa vez era a ausência do técnico Peter Bosz, que fez um procedimento cirúrgico e deixou o auxiliar técnico fixo, Cláudio Caçapa, comandar o banco desta vez. Mas houve mudanças em relação ao jogo anterior. O meio-campo foi todo trocado. Ndombele, Paquetá e Faivre deram lugares a Caqueret, Aouar e Reine-Adélaïde. Na frente, era Barcola quem deixava Toko Ekambi no banco. De desfalques os mesmos: Diomandé, Denayer, Thiago Mendes e Cherki. Assim ficou:


O Lyon começou o jogo melhor, tinha capacidade mais ampla de conseguir conquistar seus espaços dentro de campo e tinha velocidade para atacar. De um lado, acionando Gusto e Tetê e do outro em disparada com Barcola. Mas, ainda assim, dava muitos espaços. As laterais, principalmente, pareciam pepita de ouro para o Clermont explorar no comecinho da partida, mas faltava qualidade para isso. Bayo jogava bem isolado.

Quem chegou a levar perigo primeiro foi o Lyon, com jogada de Barcola pela esquerda. .Ele cruzou tentando achar Aouar, mas o goleiro Djoco apareceu na frente e evitou o perigo. O Clermont devolveu na mesma moeda, num cruzamento – dessa vez rasteiro – que Lopes salvou. Era Da Cunha quem tentava pelo lado esquerdo. Definitivamente o jogo acontecia pelas beiradas.


E foi em uma jogada de beirada que o Lyon conseguiu uma bola parada. O lateral Nsimba até recebeu o amarelo no lance. Tetê cobrou a falta e colocou na cabeça de Dembélé. Na bola também havia Lukeba, mas foi o centroavante do OL quem conseguiu encostar e colocar no cantinho do goleiro Djoco, que nem teve tempo de se esticar para defender. O Lyon abria o placar com o seu artilheiro: 1 a 0!

Depois do gol, o Lyon parecia querer mais. O time chegava com alguma facilidade, principalmente explorando os lados do campo. Barcola apareceria novamente em jogada confusa, mas que quase deu certo. Ele aproveitou uma falha do goleiro Djoco e a continuidade do lance para aproveitar uma jogada individual dentro da área. Driblou dois e bateu caindo, quase marcando um belo gol aos 32’ de jogo.


Só que o gol também não abateu o Clermont, o time da casa – apesar do estádio acanhado – tinha um apoio incessante do seu torcedor, que não deixava o time esmorecer. Khaoui, por exemplo, acertou um chutaço no travessão. Esperou abrir a clareira e acertou a finalização do meio da rua mesmo, incendiando a torcida que ainda viu o seu time tentar por mais duas ou três vezes jogadas interessantes no setor de ataque.

Antes do intervalo, mais uma chance para cada lado. O Clermont tentava acionar o seu matador Bayo, mas ele seguia muito bem marcado, principalmente por Lukeba. E foi ele quem fez um corte providencial antes de uma boa possibilidade de finalização. No lance seguinte, foi Tetê quem saiu frente a frente com o goleiro Djoco, que não alcançou a bola, mas ela saiu cuidadosamente pelo cantinho direito, passando bem perto.


Na volta para o segundo tempo, o OL mostrou resultados praticamente de imediato. Em jogada com muita calma e tranquilidade com a bola aos pés, o Lyon trocou passes na intermediária e fez a bola chegar até o lado direito, quando Barcola deixou para Henrique avançar até o fundo e cruzar rasteiro. No primeiro pau estava Aouar para só empurrar para as redes e abrir o 2 a 0!

Não demorou muito para o Clermont voltar ao jogo de novo. Bayo fazia uma boa jogada pelo centro de ataque, mais pela direita, quando entrou na área e foi derrubado por Lukeba. Não havia dúvidas e nem precisava do VAR. O árbitro marcou pênalti de imediato. O mesmo Bayo cobrou e Lopes defendeu. O juiz mandou voltar por adiantamento do goleiro. Bayo foi de novo para a bola e novamente Lopes salvou, mas no rebote, o atacante conseguiu finalmente fazer o gol aos 13’ do 2º tempo: 2 a 1!


Depois do gol marcado, Pascal Gastien mexeu duas vezes, colocando em campo Allevinah e Busquets, para as saídas de Dossou e Khaoui. E foi o próprio Allevinah quem quase empatou o jogo em jogada de Bayo. Ele prendeu e esperou o recém entrado em campo passar em velocidade. Na passagem ele recebeu e bateu, mas Lopes estava esperto para evitar o gol. Minutos depois, o OL colocava Toko Ekambi e Ndombele nos lugares de Reine-Adélaïde e Barcola.

Perto dos 30’ do segundo tempo, o Clermont mexia de novo, com Pascal Gastien colocando mais gente em campo. Mendy e Rashani entravam para as saídas de Lucas da Cunha e Nsimba. O Lyon poucos minutos depois também apareceria com duas trocas, indo Faivre e Emerson Palmieri para o jogo, entrando nos lugares de Aouar e Henrique, ambos que tiveram participação direta no segundo gol.


A reta final do jogo até poderia ganhar contornos mais interessantes – como aconteceram em outros jogos da própria rodada da Ligue 1 – mas como estávamos falando de dois times que já não brigavam por mais nada, a partida ao invés de ganhar ares de emoção, foi tomando contornos de jogo-treino, então nem o Lyon e nem mesmo o Clermont conseguiram criar nada de especial nos minutos finais.

No final das contas, nem com a vitória conquistada o Lyon conseguiu saltar de 8º para 7º como pregava no discurso de pré-jogo. O heroico empate do Lens diante do Monaco fez com o que o time de Pas-de-Calais se mantivesse na 7ª colocação, mesmo somando somente um pontinho. Ao Lyon, restou o melancólico 8º lugar e um 2022/23 com uma obrigação de superação, mesmo com um orçamento bem menor.


A temporada do Lyon, portanto, chega ao seu fim. Os Gones se preparam para uma possível reformulação do plantel, após fazer essa temporada totalmente abaixo das expectativas. Muitas promessas virão e ao longo dos próximos dias, acompanhe a gente principalmente pelo Twitter para saber das maiores novidades do time nesse período de fim de temporada e pré-temporada seguinte! Até lá!

FOTOS: ol.fr
CAMPINHOS: L'Equipe


MELHORES MOMENTOS:
(se o vídeo acima não rodar. CLIQUE AQUI)

Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sexta-feira, 20 de maio de 2022

Clermont x Lyon | Ligue 1 21/22 - 38ª Rodada

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais




.O Lyon entra em campo na tarde deste sábado para se despedir da temporada. Sem qualquer coisa em disputa pelos dois lados, o confronto terá ares protocolares e apenas aquele espírito de "dar o meu melhor dentro de campo". Internamente, fala-se que o OL entrará com tudo para tentar subir pelo menos uma posição na tabela e terminar a competição num melancólico 7º lugar algo que não mudará em nada na hora de passar a régua. O Clermont, adversário do dia, passou por maus bocados e consegui se safar do rebaixamento recentemente, mas ainda assim, dependendo de uma combinação de resultados, pode terminar em 14º lugar, saltando duas posições.

O time da casa, inclusive, vem com poucos desfalques importantes. Lesionados e sem jogar durante o mês de maio, a lista de desfalques começa com o zagueiro Houndondji (com dores no cotovelo), e o meia Berthomier (virilha) e fecha com o suspenso volante Abdul Samed. Sem muita importância, tem também o lateral Phojo, o meia Diaby e o atacante Kyei. Pascal Gastien ganha os reforços importantes do bom goleiro Arthur Desmas, que teve uma lesão na cabeça e retorna agora, além do atacante de beirada Rashani, também voltando de dores. O grande perigo do time da Auvérnia é o atacante Mohamed Bayo, que precisa só de uma bola para balançar as redes.

No Lyon, o time é exatamente o mesmo que recebeu o Nantes em casa e venceu por 3-2 no último final de semana. O grande desfalque mesmo fica por conta de... Peter Bosz! Sim, o técnico do OL não poderá comparecer ao jogo por motivos cirúrgicos e quem ficará no banco será o assistente brasileiro Cláudio Caçapa. O ex-zagueiro não deverá ter problemas para escalar o time, que certamente deve ser um espelho do que foi na rodada anterior. De fora, ficam os três ausentes por lesão já de longo prazo: Diomandé, Denayer e Cherki, fechando a lista com Thiago Mendes, suspenso.

O confronto entre Clermont e Lyon acontece neste sábado (21/05), às 16h do horário de Brasília. No Brasil, agora o Grupo Disney é o detentor dos direitos do Campeonato Francês, e essa partida será transmitido pelo streaming do Star+. Abaixo, confira os relacionados e as prováveis escalações dos dois times.



LYON

GOLEIROS: Keyne BONNEVIE, Julian POLLERSBECK e Anthony LOPES;
LATERAIS: Malo GUSTO, HENRIQUE, EMERSON Palmieri e Léo DUBOIS;
ZAGUEIROS: Castello LUKEBA, Damien DA SILVA e Jérôme BOATENG;
VOLANTES: Tanguy NDOMBELE e Maxence CAQUERET;
MEIAS: Houssem AOUAR, Jeff REINE-ADÉLAÏDE, TETÊ e Lucas PAQUETÁ;
ATACANTES: Bradley BARCOLA, Moussa DEMBÉLÉ, Romain FAIVRE, Karl TOKO EKAMBI e Tino KADEWERE;
TÉCNICO: Peter BOSZ;
DESFALQUESSinaly DIOMANDÉ, Jason DENAYER, THIAGO MENDES e Rayan CHERKI

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Lopes | Gusto, Da Silva, Lukeba e Emerson Palmieri | Ndombele e Aouar | Faivre, Paquetá e Toko Ekambi | Dembélé



CLERMONT

GOLEIROS: Ouparine DJOCO e Arthur DESMAS;
LATERAIS: Arial MENDY, Vital NSIMBA, Akim ZEDADKA e Alidu SEIDU;
ZAGUEIROS: Jean-Claude BILLONG, Josué ALBERT e Florent OGIER;
VOLANTES: Oriol BUSQUETS, Yohann MAGNIN e Johan GASTIEN;
MEIAS: Saïf-Eddine KHAOUI, Naël JABY, Lucas DA CUNHA, Jim ALLEVINAH, Elbasan RASHANI e Jodel DOSSOU;
ATACANTES: Mohamed BAYO e Pierre-Yves HAMEL;
TÉCNICO: Pascal GASTIEN;
DESFALQUESJérôme PHOJO, Cédric HOUNTONDJI, Salis ABDUL SAMED, Yadaly DIABY, Jason BERTHOMIER e Grejohn KYEI

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Djoco | Zedadka, Seidu, Billong e Nsimba | Busquets e Gastien | Da Cunha, Khaoui, Allevinah | Bayo


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!