terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Lyon não consegue vencer o Lille em casa e interrompe sequência de reação no campeonato

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Jonathan Ikoné estragou a festa da torcida do OL, que volta a cobrar do técnico Rudi Garcia uma postura diferenciada do time




A tarde desta terça-feira não foi das mais animadoras para o torcedor do Lyon. O time tinha a faca e o queijo na mão para entrar de vez na briga pelo G4 do Campeonato Francês, mas deixou escapar uma ótima oportunidade ao perder em casa por 1 a 0 do Lille, atuais vice-campeões da competição. Rudi Garcia, técnico do OL, tinha boas novidades para o jogo e poderia usar isso como trunfo, mas não foi feliz. Thiago Mendes, Houssem Aouar e Memphis Depay, jogadores que estavam entregues ao departamento médico, voltaram a fica à disposição, mas um time inicial mal escalado pôs tudo a perder.

Garcia optou por começar com Thiago Mendes e Memphis Depay, dentre os retornos possíveis. Ele, portanto, decidiu mexer na estrutura do time que vinha funcionando. Tirou Dembélé e o colocou no banco para dar lugar ao holandês como centroavante. Obviamente não funcionou, com Terrier sendo nulo mais uma vez dentro de campo. Perdendo sua primeira alteração aos 25', com Koné sentindo uma torção, ainda precisou improvisar Rafael na esquerda logo cedo.




Quando viu que o time não reagia, trocou Memphis Depay por Aouar, avançou Terrier, em uma alteração ainda mais sem sentido que o time que começou jogando. O castigo veio rápido. Três minutos depois, após uma saída errada de Marcelo, Xeka achou Osimhen, que rapidamente fez a assistência para Ikoné abrir o placar aos 23' do segundo tempo. Desesperado para tentar resolver o jogo em aproximadamente 25 minutos, ele mexeu imediatamente e corrigiu a lambança ofensiva na sua última troca, com Dembélé no lugar de Cornet.

O Lyon até conseguiu fazer algum progresso depois das mexidas, mas não o suficiente para sequer conseguir o empate. Um show de horrores com a bola no pé foi a tônica da partida de hoje e, definitivamente, por merecimento, o OL não merecia nada nesse duelo além da derrota. O vídeo abaixo é a prova cabal disso (a partir dos 11 segundos).


Agora o Lyon se concentra para enfrentar o Nîmes, vice-lanterna da Ligue 1, no Stade des Costières. O jogo será no próximo sábado (7), às 16h do horário de Brasília. O encontro faz parte da 17ª rodada do Campeonato Francês e será a partida que antecede o futuro do Lyon na Champions League da semana que vem, portanto, há chances de Rudi Garcia poupar alguns jogadores. Até lá!



FOTOS: ol.fr


Lyon (4-2-3-1): Lopes | Rafael, Marcelo, Denayer e Koné (Tete, 25') | Tousart e Thiago Mendes | Cornet (Dembélé, 69'), Reine-Adélaïde e Terrier | Memphis Depay (Aouar, 66')

Lille (4-2-3-1):  Maignan | Çelik, Gabriel, José Fonte e Bradaric | Soumaré (Xeka, 66') e André | Renato Sanches, Ikoné (Yazici, 76') e Bamba | Osimhen

Gols: Ikoné (68')


MELHORES MOMENTOS:
(se o vídeo acima não rodar CLIQUE AQUI) 

Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário