domingo, 2 de maio de 2010

Crise? Que nada. Lyon vence bem fora de casa

Felipe França

Enfrentando o bom Montpéllier, o Lyon não se desanimou com a eliminação da Champions e foi melhor. Mais uma vez brilhou a estrela de Michel Bastos, que garantiu a importante vitória




Após eliminação na Liga dos Campeões pelo Bayern de Munique, o Lyon agora estava em busca da classificação para a próxima temporada da competição europeia. Já o Montpellier, vinha de empate contra o Nancy pela Ligue1. Ambos os times, também estavam na pressão, já que Lille e Bordeaux vencerem e encostaram de novo, enquanto Auxerre e Marselha só empataram, e agora estavam mais próximos.

Na escalação dos times nenhuma surpresa, Puel colocou seu setor ofensivo com Lisandro, Govou e Bastos. Já na defesa, os que apareciam como titulares eram Cissokho, Lovren, Cris e Gassama:




O time de Montpéllier trazia, na sua teoria, a mesma formação tática do OL, com Montaño sendo a referencia no ataque e Camara, juntamente com Aït-Fana subindo pelas pontas:




Com início do jogo, ao contrário das expectativas, quem mantinha certo domínio em campo era o Lyon, criando mais oportunidades de gol e segurando os contra-ataques do adversário. Aos 12 minutos, em jogada de Bastos e Licha, o brasileiro efetuou ótimo passe para o argentino, que em chute de efeito lançou a bola na trave. Foi por pouco.

Enquanto o Montpellier se preocupava em não sofrer gols, a pressão lyonesa continuava. Aos 22’, mais uma bela jogada do Lyon, dessa vez com Govou, que encontrou Lisandro. O argentino finalizou mal e ficou furioso. Essas foram as duas maiores chances do Lyon, que até os 25’ se mostrou superior e buscando o gol.




Pjanic parecia ser a principal preocupação do time da casa, e exatamente por isso, era muito bem marcado pelo Montpéllier. Dejan Lovren também apareceu bem em alguns lances e impediu mais finalizações da equipe mandante. A partir de então, o jogo se acalmava e o MHSC agora conseguia dar trabalho a Lloris.

Aos 34, após bola roubada no meio de campo, o goleiro da seleção francesa fez ótima defesa. Ainda no final do primeiro tempo, o Montpellier tentou mais algumas vezes, mas sem sucesso.

Após o intervalo de jogo, o segundo tempo começa apático. A bola rolava demais, muitos passes e poucas finalizações. As equipes pareciam estar esperando um erro da outra. A situação se manteve sem grandes destaques, até que aos 57’, Claude Puel fez 2 substituições: Saiu Govou e Källström para as entradas de Gomis e Makoun, respectivamente.

Aos 69’, Gomis mostrou porque entrou, e já chegou arriscando com perigo. A bola, porém, só assustou o goleiro, passando rente a trave. Três minutos depois, Lloris viu Bastos livre de marcação e conseguiu lança-lo. A defesa do Montpellier errou, e a bola sobrou para o brasileiro, que por sua vez disparou com potência com o pé esquerdo. Estava inaugurado o placar. 1 a 0 Lyon.




Aos 75’, René Girard tentou dar ânimo ao setor ofensivo tirando Aït-Fanna para a entrada de Belhanda, o que não surtiu efeito. A partir de então, o OL administrou a vantagem e ganhou tempo em pequenas faltas. Aos 90’, ainda deu tempo para a entrada de Grénier no lugar de Lisandro, mas sem tempo de mostrar serviço. E o jogo acabou assim. O OL agora volta a ser forte candidato para a próxima UCL e o Montpellier vai ter que lutar para voltar à zona europeia da tabela.

Próximo jogo: Quarta-feira, dia 05 de maio, às 14h. O Lyon vai encarar o Auxerre, que também briga pelas cabeças da competição. O jogo será no Stade Gerland.

FOTOS: L'Equipe / olweb.fr

Michel Bastos - 0x1

6 comentários:

  1. Felipe, me desculpe, mas você não entende NADA de futebol, quem dirá de exonomia marxista amanha...

    ResponderExcluir
  2. Caro colega França, Felipe
    respeito o seu pensamento, mas acredito que o desenho tático de ambos os times está errado, além disso sua análise está muito confusa!

    ResponderExcluir
  3. Nossa felipe majestral o que o senhor escreveu

    ResponderExcluir
  4. Luís de Doménich3 de maio de 2010 19:17

    Ótima análise, muito boa!

    ResponderExcluir
  5. HAHAHAHA... ao anônimo que criticou as imagens. Vá lá e reclame com o L'Equipe... huhaehuehuae

    ResponderExcluir