sábado, 27 de fevereiro de 2021

Le Podcast du Foot #144 - O Monaco de Niko Kovac

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


O técnico croata é o grande responsável pelo excelente momento do time do Principado (Arte: terradezizou.com.br)

Invicto em 2021, com oito vitórias e apenas um empate, e agora de vez na briga por uma das vagas na próxima UEFA Champions League. O Monaco pode ser considerado como o time sensação da Ligue 1, já que vem aliando resultados expressivos, como a vitória por 2 a 0 sobre o Paris Saint-Germain na 26ª rodada, e boas atuações. Méritos para Niko Kovac, que vem extraindo bom futebol da equipe do Principado.

Na edição #144 de Le Podcast du Foot, o tema central foi o time dirigido por Kovac. Eduardo Madeira e Renato Gomes estiveram nessa para destrinchar o Monaco, analisar as principais virtudes e as razões dessa campanha que mira as competições continentais.


OUÇA O MATERIAL NO DISPLAY ABAIXO:
 Agora, o material também pode ser assinado via ITUNESSPOTIFY e no GOOGLE PODCASTS!!!

Comente também no site do Eduardo Madeira e na minha coluna do Ge.Globo! Ahh... passe lá na fan page da Ligue 1 Brasil no Facebook também!

Passe aqui depois e me diga o que achou. Deixe seu pitaco, sua dica, sua reclamação e também a sua pergunta. Você pode ter seu nome lido no programa. Seja corneteiro. Faça parte do podcast!


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Lyon abre larga vantagem, deixa o Brest encostar, mas sai com a vitória na briga pelo título

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


OL foi para o intervalo com 3 a 0 no placar, viu o adversário abrir dois gols na etapa final, mas ficou por isso mesmo em uma partida imprópria para cardíacos




O Lyon abriu a 26ª rodada do Campeonato Francês nesta sexta-feira. Foi até a Bretanha enfrentar o Brest, time que entrava em campo como 12º colocado da competição. A missão dos Gones era uma só (e assim vai ser até o fim do torneio): vencer ou vencer! Na disputa ponto a ponto com Lille e PSG pela liderança e título da Ligue 1, não existe a margem de erro de perda de pontos para times tecnicamente inferiores. E era exatamente isso que o Lyon tinha que fazer na tarde desta sexta: vencer o Brest fora de casa.

Mas o time do ousado técnico Dall’Oglio entrava em campo com a promessa de complicar tudo. O treinador, que é conhecido por sua excentricidade em não ter medo de atacar, poderia ser a principal arma do time da casa para complicar a vida dos Gones, ainda mais que o técnico tinha boas notícias. Um dos seus principais jogadores, Irvin Cardona, que havia lesionado o joelho, estava de volta. Jérémy Le Douaron, recuperado de dores na coxa, também. Mas este começava no banco. Como desfalques, o goleiro Hassan, o zagueiro Bain e o volante  Jean Lucas, emprestado do próprio Lyon, por cláusula contratual. Veja como ficou:


O Lyon ia a campo com novidade. Rudi Garcia resolveu sacar Tino Kadewere do time titular e lançou Aouar mais ao ataque, caindo pela beirada do lado esquerdo. Sendo assim, abria uma vaga no meio de campo que dava lugar a Bruno Guimarães reaparecer no time principal, com Paquetá jogando um pouco mais avançando e pisando mais na área. De desfalques, o treinador do Lyon não podia contar com Marcelo, que deixou o campo mais cedo no duelo contra o Montpellier. Ele sequer viajou. Sinaly Diomandé ganhava mais uma chanca, agora na dupla com Denayer. Quem também ganhava outra oportunidade era De Sciglio, hoje como titular no lado esquerdo, deixando Cornet no banco. Assim ficou escalado o OL:


O jogo em si começou bastante agitado. Em dois minutos de bola rolando, o Brest fez duas ações que realmente quase terminaram em gols. No primeiro, um chute forte de Faivre que forçou Anthony Lopes a mandar bola para escanteio. Ainda na pressão, o SB29 levou muito perigo logo na sequência com jogada pela esquerda e cabeçada de Mounié, subindo com De Sciglio que não deu altura na disputa. Lopes salvou novamente.

Depois do susto inicial, o Lyon se recompôs, inclusive na questão da confiança na partida. O gol não parecia próximo. O OL ainda esbarrava em dificuldades para fazer incursão após o meio de campo, mas em um vacilo do goleiro Cibois. Na saída de bola tranquila do time da casa, ele tentou sair jogando e optou por driblar Paquetá, que fazia a pressão. O brasileiro recuperou a bola e só colocou no gol. Um tremendo erro que se converteu em gol: 1 a 0!


Depois de ter aberto o placar, o OL parecia mais tranquilo em campo. Ganhava em confiança e conseguia chegar com mais calma ao ataque, em busca do segundo gol. Ainda assim, tinha muitas dificuldades para entrar na defesa adversária. Toko Ekambi era quem aparecia com mais vigor ofensivo na primeira parte, principalmente nas jogadas pelo lado direito do campo, que acabava gerando muitos escanteios por ali.

Memphis Depay e Aouar, que até então quase não apareciam no jogo, deram as caras quando assim foi necessário. Perto dos 30’ de jogo, o Brest saiu jogando muito mal de novo e Thiago Mendes roubou bola na intermediária. Rapidamente ele acionou Memphis Depay, que fez a parede, prendeu e esperou a abertura de Aouar chegando pela esquerda. O meia já chegou batendo e marcando o segundo: 2 a 0!


Depois do segundo gol, tudo ficou bem mais tranquilo. O Lyon já percebia que nem precisava pressionar muito. Pisar na bola e encontrar espaços ao toque de bola era o que o time tinha que fazer, já que o Brest parecia abatido. Não havia uma válvula de escape sequer. Somente algumas jogadas individuais de Mounié, que ainda assim eram insuficientes para o volume que o jogo tinha.

Antes do intervalo, ainda deu tempo do Lyon conseguir emplacar o terceiro na partida. Em mais uma ação de Memphis Depay, o holandês entrou na área e saiu em velocidade. Cibois tentou sair aos pés do jogador e acabou cometendo pênalti que a arbitragem sequer precisou consultar o VAR para marcar. Na cobrança, o mesmo Memphis Depay colocou na bochecha da rede e decretou o 3 a 0 com tranquilidade!


No retorno para a etapa final, foi o Brest quem finalmente conseguiu abrir o placar. Foi uma bela jogada no lado esquerdo do ataque, após escanteio curto. Faivre e Honorat fizeram a tabela e o próprio Honorat deu sequência ao lance, chegando no limite da linha de fundo e cruzando para a área. Por lá, apareceu sozinho Chardonnet, que com um tiro de cabeça, empurrou para as redes aos sete da etapa final.

Na sequência, o Lyon não se abateu e continuava pressionando. Toko Ekambi teve duas ou três grandes oportunidades para fazer o 4º gol, mas esbarrou em dificuldades, principalmente pela falta de visão de jogo e preferir finalizar ao invés de fazer alguma assistência. Enquanto isso, o Brest não parecia morto dentro de campo, continuava jogando com se estivesse 0 a 0 e isso era de impressionar.


Dall’Oglio mexia e colocava seu time mais ofensivo. Entrava Faussurier e Charbonnier nos lugares de Faivre e Pierre-Gabriel. Depois, o Rudi Garcia também fez suas trocas, com Caqueret e Kadewere nos lugares de Bruno Guimarães e Aouar. Mexidas estranhas, já que os dois vinham bem no jogo. E a consequência disso apareceu quase que de imediato. Chardonnet achou um lindo passe que cortou a defesa do Lyon e Cardona recebeu sozinho para avançar e tocar na saída de Lopes para fazer o 2º do Brest: 2-3!

Rudi Garcia mexia logo depois do gol, com Cornet no lugar de Toko Ekambi. O que antes era calma, paciência e confiança, passava a ser nervosismo. E o Brest, que nada tinha a ver com isso, tentava se aproveitar desse momento de fragilidade do Lyon. Apertava, tinha a posse de bola, mas continuava tendo dificuldades para finalizar, mas atacava da forma que dava e isso trazia muito perigo ao gol de Lopes.


No finalzinho, os times mexiam de novo. Dall’Oglio colocava Le Douaron e Fadiga nos lugares de Honorat e Fadiga. Enquanto isso, Rudi Garcia sacava Memphis Depay para colocar Slam Slimani. A alteração no OL parecia absolutamente protocolar somente para ganhar tempo, uma vez que a bola não ficava no ataque dos Gones e Slimani praticamente não ia alterar em nada o panorama do jogo.

Nos cinco minutos de acréscimos, o Lyon usou sua maior cera possível, enquanto o Brest já no desespero tentava qualquer coisa. A saída de Honorat complicou as ações criativas do time que não conseguiu criar mais nada. No último lance, contra-ataque de Paquetá, que acionou Kadewere, que finalizou cruzado e rasteiro para uma defesa incrível de Cibois, que aliviou e gerou o fim de jogo.


O Lyon agora terá mais de uma semana de descanso. Só entra em campo novamente no último dia do mês: 28 de fevereiro. E é pedreira! Clássico dos Olympiques diante do Marseille que vem tentando fugir de uma crise interna. A partida será num domingo, às 17h do horário de Brasília em partida pela 27ª rodada do Francês. Até lá!

FOTOS: ol.fr | Getty Images
CAMPINHOS: Canal +



OS GOLS DA PARTIDA:
(se o vídeo acima não rodar. CLIQUE AQUI)

Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

Ligue 1 20/21 | 26ª Rodada - Brest x Lyon

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais





O Lyon não se saiu bem na rodada anterior. Sofreu para encarar o Montpellier e mais uma vez não conseguiu bater o time do sul da França. Isso já trouxe um problema na classificação. O PSG venceu e acabou ultrapassando os Gones nessa briga intensa e forte pelo título do Campeonato Francês, ponto a ponto entre OL, Paris e Lille. Essa disputa promete ser assim até o fim da competição, então, todo jogo é uma final. E esse jogo diante do Brest, fora de casa, é a oportunidade que o Lyon tem para voltar a somar pontos.

Mas não se engane, o 12º colocado da Ligue 1 não tem nada de bobo. O time comandado pelo ousado técnico Olivier Dall'Oglio sempre pode surpreender e aprontar. Infelizmente, o treinador não terá Jean Lucas, volante brasileiro emprestado pelo Lyon e que, por cláusula, fica de fora. O zagueiro Denys Bain fica de fora por lesão, assim como Mouez Hassen, goleiro. A boa notícia pro time Bretão é que Irvin Cardona, que tinha lesão no joelho e Jérémy Le Douaron, sentindo a coxa, retornaram e foram relacionados.

Pelo Lyon, se o problema antes era Denayer, que não joga há quase um mês, se recuperando de uma lesão na coxa, ele retornou já na partida anterior, mas sem entrar em campo. Mas agora deve voltar ao time titular, muito por causa da lesão do outro zagueiro, Marcelo, que sequer foi relacioando e não viaja para a Bretanha. Sendo assim, Sinaly Diomandé deve ganhar mais oportunidades no time titular e mostrar o bom serviço que vem realizando. Fora isso, o OL vai com todo o restante do elenco, sem demais desfalques.

O confronto entre Lyon e Strasbourg acontece nesta sexta-feira (19/02), às 17h do horário de Brasília. No Brasil, agora o app e o site OneFootball transmitem os jogos do Campeonato Francês ao vivo e de graça. Basta acessar o site na hora do jogo e conferir. Abaixo, confira os relacionados e as prováveis escalações dos dois times.



LYON

GOLEIROS: Anthony LOPES e Julian POLLERSBECK;
LATERAIS: Léo DUBOIS, Melvin BARD, Mattia DE SCIGLIO e Malo GUSTO;
ZAGUEIROS: Sinaly DIOMANDÉ, Djamel BENLAMRI e Jason DENAYER;
VOLANTES: Maxence CAQUERET, BRUNO GUIMARÃES e THIAGO MENDES;
MEIAS: Houssem AOUAR e Lucas PAQUETÁ;
ATACANTES: Memphis DEPAY, Tino KADEWERE, Rayan CHERKI, Karl TOKO EKAMBI, Islam SLIMANI e Maxwel CORNET;
TÉCNICO: Rudi GARCIA;
DESFALQUESMARCELO

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Lopes | Dubois, Diomandé, Denayer e Cornet | Thiago Mendes, Paquetá e Aouar | Kadewere, Toko Ekambi e Memphis Depay



BREST

GOLEIROS: Gautier LARSONNEUR e Sébastien CIBOIS;
LATERAIS: Ludovic BAAL, Romain PERRAUD, Lilian BRASSIER, Julien FAUSSURIER e Ronaël PIERRE-GABRIEL;
ZAGUEIROS: Jean-Kevin DUVERNE, Brendan CHARDONNET e Christophe HÉRELLE;
VOLANTES: Haris BELKEBLA, Paul LASNE, Romain FAIVRE, Hianga'a M'BOCK e Hugo MAGNETTI;
MEIAS: Bandiougou FADIGA, Romain PHILIPPOTEAUX, Franck HONORAT;
ATACANTES: Irvin CARDONA, Jérémy LE DOUARON, Steve MOUNIÉ e Gaëtan CHARBONNIER;
TÉCNICO: Olivier DALL'OGLIO;
DESFALQUESMouez HASSEN, Denys BAIN e JEAN LUCAS

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Cibois | Pierre-Gabriel, Hérelle, Chardonnet e Perraud | Lasne, Belkebla, Faivre e Honorat | Mounié e Charbonnier


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Le Podcast du Foot #143 - Um ano de Lyon, título e Tóquio: Bruno Guimarães abre o jogo

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Mesa redonda com o volante do Lyon (Arte: terradezizou.com.br)

Você piscou e Bruno Guimarães já completou um ano de Lyon. Ele foi anunciado oficialmente em 30 de janeiro de 2020 e debutou pelos Gones no mês seguinte, no dia 21, na vitória sobre o Metz pela Ligue 1. Desde então, muita coisa aconteceu na vida do brasileiro: virou semifinalista da Champions League, sempre como titular, viu o futebol parar em função da pandemia, foi vice-campeão da Copa da Liga, enxergou a concorrência aumentar no meio-campo e chegou com tudo na briga pelo título francês.

Tudo isso foi colocado na balança por Guimarães em uma participação mais do que especial em Le Podcast du Foot #143. O jogador do Lyon abriu o jogo para Eduardo Madeira e Filipe Papini e falou de tudo: a adaptação ao futebol francês, a convivência com Juninho, o sonho olímpico com a seleção brasileira e a corrida pelo troféu da Ligue 1.


OUÇA O MATERIAL NO DISPLAY ABAIXO:
 Agora, o material também pode ser assinado via ITUNESSPOTIFY e no GOOGLE PODCASTS!!!

Comente também no site do Eduardo Madeira e na minha coluna do Ge.Globo! Ahh... passe lá na fan page da Ligue 1 Brasil no Facebook também!

Passe aqui depois e me diga o que achou. Deixe seu pitaco, sua dica, sua reclamação e também a sua pergunta. Você pode ter seu nome lido no programa. Seja corneteiro. Faça parte do podcast!


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Le Podcast du Foot #142 - A espera acabou! Que venha o Barça

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


... E sem Neymar, de novo! (Arte: terradezizou.com.br)

Não é de hoje que o Paris Saint-Germain espera acertar as contas com o Barcelona. Na década passada, foram três eliminações para os catalães na UEFA Champions League, sendo a última em 2016/17, no traumático 6 a 1 nas oitavas de final. Quatro temporadas depois, os dois times se reencontram pela mesma competição, na mesma etapa, com a partida de ida sendo disputada no Camp Nou, na próxima terça-feira (16).

Na edição #142 de Le Podcast du FootEduardo Madeira recebe Renato Gomes e Victor Hugo Rodrigues para analisar o momento do PSG, destrinchar as principais virtudes e defeitos do time de Mauricio Pochettino e projetar o confronto com Lionel Messi e companhia.


OUÇA O MATERIAL NO DISPLAY ABAIXO:
 Agora, o material também pode ser assinado via ITUNESSPOTIFY e no GOOGLE PODCASTS!!!

Comente também no site do Eduardo Madeira e na minha coluna do Ge.Globo! Ahh... passe lá na fan page da Ligue 1 Brasil no Facebook também!

Passe aqui depois e me diga o que achou. Deixe seu pitaco, sua dica, sua reclamação e também a sua pergunta. Você pode ter seu nome lido no programa. Seja corneteiro. Faça parte do podcast!


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

domingo, 14 de fevereiro de 2021

Lyon perde pela segunda vez para o Montpellier na temporada e deixa líderes avançarem

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais



Com a derrota deste sábado, o Lille pode abrir boa vantagem, enquanto o PSG já aproveitou e ultrapassou; Lyon agora é o terceiro colocado




O Lyon tropeçou em casa contra a equipe do Montpellier e terminou com a derrota pelo placar de 2 a 1 neste sábado. Mesmo saindo atrás do placar, a equipe que luta pelas primeiras posições do Campeonato Francês conseguiu o empate, mas cedeu a vantagem novamente no segundo tempo.

O péssimo resultado, junto da vitória do PSG mais cedo, deixaram o Lyon na terceira colocação da Ligue 1, com 52 pontos. Se o Lille vencer na rodada, pode abrir cinco pontos de vantagem. Já o Montpellier subiu para a oitava colocação da competição, com 35 pontos somados.


O Montpellier entrou em campo mais organizado no primeiro tempo de partida e encontrou o primeiro gol aos 20 minutos, em cabeçada firme de Savanier no alto da meta defendida por Lopes. Para não ficar para trás na luta pela liderança da Ligue 1, o Lyon passou a atacar mais e conseguiu o gol de empate nos 46 minutos, com o brasileiro Lucas Paquetá, aproveitando rebote dentro da pequena área adversária.

No segundo tempo, o tom da partida não mudou. O equilíbrio de chances se manteve, mesmo com os ataques não aproveitando as oportunidades criadas. Aos 20 minutos, depois de cobrança direta para a área do Lyon, Elye Wahi aproveitou o rebote e confusão da defesa para recolocar o Montpellier na liderança do placar e dar números finais ao jogo.


O Lyon volta a campo pelo Francês na próxima sexta-feira, às 17h (de Brasília). A equipe vai visitar o Brest no Stade Francis-Le Blé para seguir na luta pelo título. No próximo domingo, é a vez do Montpellier jogar em casa contra o Rennes às 09h.

FOTOS: ol.fr


Lyon (4-4-3): Lopes | Dubois, Marcelo (Benlamri, 26'), Diomandé e Cornet (De Sciglio, 62') | Thiago Mendes, Paquetá (Cherki, 72') e Aouar (Slimani, 72') | Kadewere (Bruno Guimarães, 62'), Toko Ekambi e Memphis Depay


Montpellier (4-1-4-1): Omlin | Sambia, Hilton, Congré e Ristic (Cozza, 68') | Ferri | Savanier, Mollet (Le Tallec, 75'), Laborde (Skuletic, 80') e Mavididi (Pedro Mendes, 81) | Delort (Wahi, 46')

Gols: Savanier (20') e Wahi (65') | Paquetá (45+1')


OS MELHORES MOMENTOS:
(se o vídeo acima não rodar. CLIQUE AQUI)


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sábado, 13 de fevereiro de 2021

Ligue 1 20/21 | 25ª Rodada - Lyon x Montpellier

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais





A saga continua! O Lyon quer e tem totais condições de levantar o caneco do Campeonato Francês nessa temporada, mas precisa encarar desafios importantes e mais do que isso: se livrar de Lille e PSG que seguem na cola pelo mesmo objetivo, com o LOSC inclusive sendo o líder da Ligue 1 no momento. Como adversário para essa 25ª rodada, o OL recebe o Montpellier no Groupama Stadium, time que atualmente está em 11ª lugar, mas que tem um dos elencos mais interessantes de toda a competição, sendo inclusive o único time a vencer os Gones no primeiro turno do Francês.

A boa notícia que acompanha o OL nesse jogo é o departamento médico literalmente vazio. Isso significa que Rudi Garcia terá carta branca para montar o time, tendo a sua disposição literalmente todos os jogadores do elenco. Jason Denayer, que sentiu a coxa e ficou de fora das últimas partidas retorna para os relacionados, mas ainda não se sabe se deve começar jogando em função da parte física e também pelo ótimo desempenho de Diomandé durante o período em que o belga ficou afastado. O goleiro reserva Pollersbeck, que ficou de fora do duelo pela Copa da França por uma gastrointerite já está de volta também.

O MHSC também tem praticamente todo mundo a disposição do técnico Michel Der Zakarian, exceto um atleta: o lateral esquerdo Ambroise Oyongo, com dores no tornozelo. O jogador nem viajou com o grupo. Por outro lado, a boa notícia são os retornos de Pedro Mendes e de Ferri. O zagueiro português retorna depois de dois jogos fora, primeiro com uma lesão no pé e depois por suspensão. Já Ferri ex-OL, já deve retornar inclusive no time titular. Com um plantel inchado, o sul-coreano Il-Lok Yun acabou nem sendo chamado pro jogo.

O confronto entre Lyon e Strasbourg acontece neste sábado (13/02), às 17h do horário de Brasília. No Brasil, agora o app e o site OneFootball transmitem os jogos do Campeonato Francês ao vivo e de graça. Basta acessar o site na hora do jogo e conferir. Abaixo, confira os relacionados e as prováveis escalações dos dois times.



LYON

GOLEIROS: Anthony LOPES e Julian POLLERSBECK;
LATERAIS: Léo DUBOIS, Melvin BARD e Mattia DE SCIGLIO;
ZAGUEIROS: Sinaly DIOMANDÉ, Djamel BENLAMRI, MARCELO e Jason DENAYER;
VOLANTES: Maxence CAQUERET, BRUNO GUIMARÃES e THIAGO MENDES;
MEIAS: Houssem AOUAR e Lucas PAQUETÁ;
ATACANTES: Memphis DEPAY, Tino KADEWERE, Rayan CHERKI, Karl TOKO EKAMBI, Islam SLIMANI e Maxwel CORNET;
TÉCNICO: Rudi GARCIA;
DESFALQUESNenhum

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Lopes | Dubois, Marcelo, Denayer e Cornet | Thiago Mendes, Paquetá e Aouar | Kadewere, Toko Ekambi e Memphis Depay



MONTPELLIER

GOLEIROS: Jonas OMLIN e Dimitry BERTAUD;
LATERAIS: Arnaud SOUQUET, Junior SAMBIA e Mihailo RISTIĆ;
ZAGUEIROS: Daniel CONGRÉ, Vitorino HILTON, Pedro MENDES e Nicolas COZZA;
VOLANTES: Joris CHOTARD, Jordan FERRI e Damien LE TALLEC;
MEIAS: Téji SAVANIER, Florent MOLLET e Keagan DOLLY;
ATACANTES: Stephy MAVIDIDI, Gaëtan LABORDE, Andy DELORT, Petar ŠKULETIĆ e Elye WAHI;
TÉCNICO: Michel DER ZARKARIAN;
DESFALQUESAmbroise OYONGO

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Bertaud | Congré, Hilton e Pedro Mendes | Souquet, Ferri, Le Tallec, Mollet e Cozza | Laborde e Delort


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Le Podcast du Foot #141 - Marseille em chamas

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


André Villas-Boas abandonou o barco (Arte: terradezizou.com.br)

Crise técnica, resultados ruins na Ligue 1, protesto violento da torcida e, agora, um polêmico pedido de demissão do técnico após uma contratação sem seu aval. Esse é o cenário do Olympique de Marseille, que segue embarcado em uma crise sem precedentes, que pode, inclusive, culminar com a venda do clube nos próximos meses. Não é exagero dizer que o OM está em chamas.

Essa série de episódios que movimentaram os últimos dias do atual vice-campeão francês pautaram a edição #141 de Le Podcast du FootEduardo Madeira recebe Renato Gomes e Leonardo Gouvêa para analisar o momento do Marseille e projetar o futuro do clube, que deve sofrer profunda revitalização nos próximos meses.


OUÇA O MATERIAL NO DISPLAY ABAIXO:
 Agora, o material também pode ser assinado via ITUNESSPOTIFY e no GOOGLE PODCASTS!!!

Comente também no site do Eduardo Madeira e na minha coluna do Ge.Globo! Ahh... passe lá na fan page da Ligue 1 Brasil no Facebook também!

Passe aqui depois e me diga o que achou. Deixe seu pitaco, sua dica, sua reclamação e também a sua pergunta. Você pode ter seu nome lido no programa. Seja corneteiro. Faça parte do podcast!


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!